Mudanças para comunidades rurais e francófonas no Canadá

No último dia 6 de março, o Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá, Marc Miller, anunciou novos programas piloto de imigração para comunidades rurais e francófonas, ao mesmo tempo em que continua trabalhando para criar um programa permanente de imigração rural. 

As comunidades rurais francófonas são essenciais para o crescimento de longo prazo do Canadá, e a imigração regional desempenha um papel fundamental no fortalecimento de suas economias. Isso se deve ao fato de essas comunidades terem conseguido fazer com que as empresas e os empregadores se unam aos recém-chegados ao país, que têm as habilidades necessárias para atender às necessidades de emprego da região.

Os novos programas são o Programa Piloto de Imigração para Comunidades Rurais e o Programa Piloto de Imigração para Comunidades Francófonas.

O Programa Piloto de Imigração para Comunidades Rurais será lançado no outono de 2024. Seu objetivo é garantir que as comunidades rurais continuem a ter acesso a programas que abordem a escassez de mão de obra e ajudem as empresas locais a encontrar trabalhadores qualificados para atender às suas necessidades. O programa oferecerá caminhos para a residência permanente para recém-chegados que possam ajudar a superar a escassez crítica de mão de obra e que desejem viver a longo prazo nessas comunidades menores.

O Programa Piloto de Imigração para Comunidades Rurais será lançado no outono de 2024. Seu objetivo é garantir que as comunidades rurais continuem a ter acesso a programas que abordem a escassez de mão de obra e ajudem as empresas locais a encontrar trabalhadores qualificados para atender às suas necessidades. O programa oferecerá caminhos para a residência permanente para recém-chegados que possam ajudar a superar a escassez crítica de mão de obra e que desejem viver a longo prazo nessas comunidades menores.

O Programa Piloto de Imigração para Comunidades Francófonas também será lançado no outono de 2024. Esse programa se concentra em aumentar o número de recém-chegados com conhecimentos de francês que se estabelecem em comunidades minoritárias francófonas fora de Quebec e ajudará a garantir seu desenvolvimento econômico.

O IRCC fornecerá mais detalhes e abrirá inscrições nos próximos meses.

Clique aqui para ler o comunicado à imprensa na íntegra.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário